Terçol no olho: Dormir com maquiagem pode favorecer o surgimento do problema? | +ATIVA Terçol no olho: Dormir com maquiagem pode favorecer o surgimento do problema? – | +ATIVA

Últimas Notícias

Terçol no olho: Dormir com maquiagem pode favorecer o surgimento do problema?

5, abril 2018 | Por Redação

Quem nunca percebeu uma bolinha vermelha dolorida na região da pálpebra parecida com um furúnculo ou espinha? Oftalmologistas apontam que o terçol, como é chamada popularmente a viuvinha ou viúva, é um dos problemas mais recorrentes dos olhos.

O terçol, como é chamada popularmente a viuvinha ou viúva, é um dos problemas mais recorrentes dos olhos. Como a maquiagem pode influenciar no aparecimento? (Foto: iStock)

Causada pela obstrução das glândulas da pálpebra, é mais comum que a inflamação apareça devido ao acúmulo de oleosidade e sebo na região, que acaba por favorecer a formação de pequenas crostas. Porém, há um agravante ainda maior no caso das mulheres: o uso de itens queridinhos da maquiagem como lápis de olho, rímel e até mesmo cílios postiços.

Porém, a simples aplicação não implica na complicação, que pode surgir devido a dois possíveis descuidos, conforme explica Claudia Marçal, médica especialista pela Associação Médica Brasileira (AMB), membra titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da American Academy of Dermatology (AAD).

“Se o produto for de má qualidade, pode causar uma hipersensibilidade no local capaz, irritando a região e fazendo com que a glândula tente se livrar daquele depósito de pigmento. Além disso, se não bem retirado com demaquilante após uso da maquiagem, o lápis pode provocar um processo inflamatório pela presença da sujeira que obstrui a glândula”, explica.

Sintomas, tratamento e como prevenir

Além da vermelhidão, febre localizada e dor na região das pálpebras, o terçol também pode ter pus. Em alguns casos, o processo inflamatório também é interno e pode aparecer tanto na parte inferior, quanto na superior do olho. Ele também tem maiores chances de surgir em pessoas que sofrem de blefarite, ou seja, quando o paciente já tem tendência de desenvolver inflamações na região dos olhos e começam a aparecer pequenas ‘casquinhas’ próximas aos cílios.

Geralmente, o terçol pode desaparecer em alguns dias e compressas de água morna na região podem aliviar os sintomas. Se o processo passar de inflamatório para infeccioso, ou seja, quando as bactérias da região passarem a agir, é possível que seja necessária uma limpeza realizada por um profissional para tirar a secreção, além do uso de colírios antibióticos ou outros medicamentos de via oral. Por isso, é sempre aconselhável procurar um médico.

Uma das formas mais efetivas para prevenir o surgimento do problema é higienizando bem a área dos olhos, com sabonete e água corrente e nunca dormir de maquiagem ou com cílios postiços. Retire o rímel e o lápis com a ajuda de uma bolinha de algodão e demaquilante próprio para a região dos olhos. Essa orientações devem ser seguidas à risca principalmente pelas mulheres que usam maquiagem diariamente.

O post Terçol no olho: Dormir com maquiagem pode favorecer o surgimento do problema? apareceu primeiro em Fortíssima.

Comentário estão suspensos.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
CLOSE
CLOSE