7 tipos de argila e como inseri-los na sua rotina de cuidados com a pele | +ATIVA 7 tipos de argila e como inseri-los na sua rotina de cuidados com a pele – | +ATIVA

Últimas Notícias

7 tipos de argila e como inseri-los na sua rotina de cuidados com a pele

5, abril 2018 | Por Redação

Não é à toa que a argiloterapia, como é chamada a técnica que faz uso da substância terrosa para a pele tem se popularizado. A mais nova queridinha da rotina skincare é realmente milagrosa. Estudos científicos comprovaram sua ação benéfica para o maior órgão do corpo e as vantagens vão desde o clareamento de manchas, controle da oleosidade, prevenção do envelhecimento, limpeza dos poros, redução das inflamações e (ufa!) esfoliação.

Saiba quais são os 7 tipos de argila e qual é mais indicado para o seu tipo de pele para combater a oleosidade, esfoliar e até mesmo clarear manchas. (Foto: iStock)

Toda essa mágica se deve à alta composição de derivados de alumínio e silício presentes no material. Mas com tantas opções, fica difícil não se perder na hora de escolher o tipo adequado para a sua pele. O motivo para a variação de cores é a capacidade de absorver água, bem como a presença de outras substâncias. Devido a argila ser um composto natural, ou seja, que é retirado puramente do solo, não há contraindicações médicas.

Por isso, as máscaras de argila costumam ser de simples preparo: basta adicionar água quente de modo a formar uma pastinha. A única ressalva é evitar potes e objetos de metal, restringindo o uso aos de cerâmica. Algumas pessoas costumam misturar um pouco de óleos essenciais também como o de coco ou o amêndoas, que podem variar de acordo com a sua preferência. Se você quer saber qual é o tipo mais indicado para a sua pele, Mariana Vitte, naturóloga e coordenadora do W Estética & Spa, no Rio de Janeiro, dá a letra das características dermatológicas de cada uma:

7 tipos de argila e como inseri-los na sua rotina de cuidados com a pele

1. Branca: Esse é o tipo com maior concentração de alumínio, comparado com os de outras cores. Seu pH, como é chamada tecnicamente a medida de acidez, é o mais próximo da pele humana. Por isso, sua indicação é para pessoas com peles muito sensíveis e desidratadas. Ela ainda é capaz de clarear as manchas e também tem o poder cicatrizante, além de absorver a oleosidade e devolver o brilho natural da pele.

Receita: Misture argila com água e deixe na pele por 10 minutos. Finalize o tratamento aplicando água de coco gelada. O ritual facial de argila branca com extrato de mel e pêssego e massagem dreno relaxante custa R$390 e dura duas horas no W Estética & Spa.

2. Vermelha: O ferro e o cobre são os responsáveis por dar o tom vermelho. Além de melhorar a elasticidade e a circulação da pele, esse tipo também tem poder anti-estressante e reduz as marcas de expressão.

Receita: Misture um pote de iogurte natural, duas colheres de sopa de mel e duas de argila vermelha com um pouco de água filtrada ou soro fisiológico até formar uma pasta. Aplique no rosto e deixe por 20 minutos. Remova com água gelada.

3. Rosa: Essa é uma mistura da branca e vermelha. A junção dos dois tipos faz com que ela seja mais suave, portanto, ela é indicada para pessoas de pele sensível e delicada. Os benefícios de ambas se mantêm, portanto, além de desinfetar os poros, as máscaras também têm ação cicatrizante e anti-idade.

Receita: Derreta uma colher de sopa de chocolate amargo em banho-maria e misture com uma colher de sopa de argila rosa. Quando a mistura estiver homogênea espere amornar. Aplique no rosto e deixe agir por 20 minutos, depois lave com sabão neutro e água.O ritual composto de esfoliação corporal, máscara corporal de argila rosa, banho de imersão, massagem Sereno de uma hora e meia, almoço e tratamento facial custa R$895 e dura 5 horas.

4. Verde: Talvez a mais famosa de todas por ser indicada para peles mistas a oleosas e no tratamento de acne, esse tipo possui ação anti-inflamatória e cicatrizante. A argila verde é capaz tonificar e estimular o colágeno da região onde for aplicada. A substância também esfolia e remove as impurezas dos poros.

Receita: Misture uma colher de sopa de argila verde em pó com água em quantidade suficiente para formar uma pastinha, aplique no rosto com movimentos leves. Lave em seguida.

5. Cinza: Esse tipo também é indicado para peles oleosas, com espinhas e cravos. A cor acinzentada se deve à presença de titânio. Além de esfoliar a pele, seu pH mais básico é capaz de secar inflamações, clarear manchas e atuar contra os radicais livres que causam o envelhecimento.

Receita: Misture duas colheres de sopa de argila cinza com o suco de um limão e uma colher de sopa de mel. Aplique no rosto, deixe por 20 minutos e retire. Lembre-se de aplicar somente a noite, pois o limão mancha a pele em contato com o sol.

6. Dourada: O que a torna dourada é a presença de cobre. Esse tipo de argila é indicado para peles maduras, com rugas e marcas de expressão. Seu uso ajuda na elasticidade da pele, por estimular a produção de colágeno.

Receita: Misture uma colher de sopa de argila dourada, com três gotas de óleo essencial de rosas, uma colher de sopa de chá de camomila com soro fisiológico. Aplique na pele e deixe por 15 minutos, retire com água corrente.

7. Preta: A cor mais escura se deve à presença de enxofre na sua composição. Esse tipo de argila é retirado de regiões próximas a vulcões, onde o solo é muito rico em minerais. Tem uma ação poderosa anti-inflamatória por absorver a oleosidade excessiva da pele.

Receita: Misture duas colheres de sopa de argila preta com uma colher de sopa de máscara gel neutro, duas gotas de óleo essencial de copaíba e uma gota de óleo essencial de gengibre. Aplique no rosto e aguarde 30 minutos ou até secar.

O post 7 tipos de argila e como inseri-los na sua rotina de cuidados com a pele apareceu primeiro em Fortíssima.

Comentário estão suspensos.

CLOSE
CLOSE