Sushi, temaki e outras delícias: Comida japonesa pode entrar na dieta? | +ATIVA Sushi, temaki e outras delícias: Comida japonesa pode entrar na dieta? – | +ATIVA

Últimas Notícias

Sushi, temaki e outras delícias: Comida japonesa pode entrar na dieta?

1, novembro 2016 | Por Redação

iG Delas

A culinária japonesa pode produzir pratos muito saudáveis e nutritivos, mas também reserva verdadeiras armadilhas para quem tenta emagrecer

Alimentos frescos e servidos in natura. Um pouco de arroz para acompanhar alguns preparos. Sushi, temaki e outras delícias da culinária japonesa podem ser muito saudáveis, mas também podem virar grandes vilões para quem está em dieta e quer emagrecer. 

+ Grávida pode comer sushi? Médicos divergem sobre o que é permitido ou proibido

Sushi pode entrar na dieta? Especialista dão dicas de como consumir delícias da culinária japonesa

Sushi pode entrar na dieta? Especialista dão dicas de como consumir delícias da culinária japonesa

Foto: Reprodução/Divulgação


O simples sushi pode engordar? Sim. Tudo depende o modo de preparo e de como ele será consumido. Segundo a nutricionista Gabriela Zugliani, um dos grandes perigos da comida japonesa é o shoyo. O molho dá um sabor a mais ao prato, mas é extremamente carregado em sódio. De acordo com a profissional, uma colher de shoyo equivale ao valor de sódio que deve ser consumido por um adulto em um dia inteiro. E é muito comum mergulhar o sushi no shoyo ou colocar o molho no temaki. 

O molho também tem outro ingrediente bem arriscado para a saúde: o glutamato. Gabriela diz que essa substância excita as células ao extremo. “Isso pode causar danos em vários graus, como acionar ou piorar disfunções de aprendizado, Mal de Alzheimer, Mal de Parkinson, câncer, entre outras”, alerta a nutricionista. 

Gabriela também fala para tomar cuidado com o arroz usado na preparação. Ela lembra que alguns restaurantes usam açúcar na receita para dar mai sabor, tornado o prato mais calórico. Além disso, o arroz é carboidrato e, se consumido em excesso, resultará em uns quilinhos a mais na balança. 

+ Orgânicos: por que você deve incluir esses alimentos na rotina?

A dica da nutricionista é pedir os pratos sem arroz. Pepino, manga e raíz forte incrementam os pedidos e trazem sabor. 

Grande vilões

Os benefícios de ingredientes bastante usados na culinária japonesa são bem conhecidos. O salmão, por exemplo, é um peixe rico em ômega 3 e gorduras boas. Entretanto, os benefícios podem acabar reduzidos de acordo com o modo de preparo. 

+ Salmão e mais superalimentos para turbinar a dieta

A nutróloga Liliane Opperman lista as delícias japonesas que acabam nada saudáveis: 

Hot roll – é frito e ainda leva um banho de farinha ao ser empanado, o que aumenta consideravelmente o valor calórico

Rolinho primavera – além de frito, leva molho agridoce, ou seja, é duplamete calórico

Temaki com maionese ou cream cheese – o rolinho tem pouco arroz e leva peixe, mas pode arruinar a dieta se carregado desses molhos gordurosos

shimeji na manteiga – o fungo é muito bem-vindo e uma boa fonte de proteína, mas a manteiga quase triplica o valor calórico se comparado com a versão grelhada. 

Com alguns cuidados e moderação (não vale se acabar no rodízio), mesmo quem está de dieta consegue comer sushi, temaki e mais iguarias da culinária japonesa. 

faixa
DICA ATIVA| MANUAL DEFINITIVO DE COMO EMAGRECER [FUNCIONA]

Quantas vezes você já tentou dietas que não deram certo? Ou então viu os resultados, mas assim que deixou a dieta voltou a ter o peso de antes? Isso é normal porque as pessoas utilizam as dietas de forma e a própria dieta por si só também são erradas porque prometem uma rotina de vida que não é possível manter. este manual cumpre realmente o que promete e te ensina como adotar um estilo de vida em que o emagrecimento eficaz, sem passar fome, e nem exercícios absurdos. Resultados duradouros e com qualidade de vida.

CLIQUE AQUI E CONHEÇA O MANUAL

Comentário estão suspensos.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
CLOSE
CLOSE